Barack the Magic Negro?!? Why the outrage? I already told you!! Barack o negro mágico?!? Porque o escândalo? Eu já te disse!

A few days ago, the national media exposed the release of a musical parody called “Barack the Magic Negro” by conservative comedian and satirist Paul Shanklin. In the song, Shanklin imitates the voice of black civil rights leader Al Sharpton and accuses president elect Barack Obama of being a “magic negro”. I wrote about the “magic negro” stereotype in this blog almost two months ago. As Sharpton, Shanklin accuses Obama of not being as black as he or rapper Snoop Dogg, who are supposedly true negros. The question of who is or is not “black enough” is another topic I have already written about.
Personally, I don’t understand the sudden controversy; many authors have written about the way certain blacks are supposedly more acceptable to whites than other types of blacks. In Brazil, this type of negro is said to have a “white soul”, while in America, whites say that some blacks are “not really black” while black people call these types of blacks “oreo cookies” meaning they are black on the outside and white on the inside. Although science says “race” doesn’t exist, the belief in the idea of race is based on a combination of many factors, including phenotype, behavior, culture and class status. For instance, I don’t think it would be outrageous to say that the same type of non-whites who vote for black candidates in political elections would still walk in the opposite direction if a group of black men walked in their direction in a city or neighborhood where many blacks lived. Until we are ready to have open, honest dialogue about “race”, “Magic Negroes”, stereotypes and racial animosity will continue to exist. With or without a black president.

Há poucos dias, a mídia nacional exposta a lançamento de uma paródia musical chamado “Barack o negro mágico” pelo comediante e satirista conservador Paul Shanklin. Na canção, Shanklin imita a voz do líder negro dos direitos civis Al Sharpton e acusa presidente eleito Barack Obama de ser um “negro mágico”. Eu escrevi sobre o estereótipo do “negro mágico” neste blog quase dois meses atrás. Como Sharpton, Shanklin acusa Obama de não ser tão negro como ele ou rapper Snoop Dogg, que supostamente são verdadeiros negros. A questão de saber quem é ou não é “suficiente negra” é outro tópico que já escrevi sobre.

Pessoalmente, eu não entendo o controvérsia súbita, muitas autores têm escrito sobre a maneira que alguns negros são supostamente mais aceitável para os brancos do que outros tipos de negros. No Brasil, este tipo de negro é dito para ter uma “alma branca”, enquanto na América, brancos dizem que alguns negros “não são realmente negro”, enquanto negros chamam esses tipos de negros de “Biscoito Oreo” que significa que eles são negros no exterior e brancos no interior. Embora ciência afirma que “raça” não existir, a crença na idéia de raça é baseada em uma combinação de muitos fatores, incluindo o fenótipo, comportamento, cultura e classe estatuto. Por exemplo, não acho que seria escandaloso a dizer que o mesmo tipo de não-brancos que votam em candidatos negros nas eleições políticas continuaria a andar no direção oposto se um grupo de homens negros andaram em sua direção em uma cidade ou bairro onde viviam muitos negros. Até estamos prontos a ter um diálogo aberto e honesto sobre “raça”, “negros mágicos”, estereótipos e animosidade racial continuará a existir. Com ou sem um presidente negro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: